Sábado, 16 de Outubro de 2021
77-991167839
Geral Paraíba

Agevisa ressalta prioridade da Segurança do Paciente e órgãos apoiam campanha com iluminação laranja

Com o término da edição 2021 da campanha mundial “Setembro Laranja”, que tem a finalidade de mobilizar a sociedade para defender a adoção e execuçã...

28/09/2021 22h00
Por: Erivelton Rodrigues Fonte: Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba

Com o término da edição 2021 da campanha mundial “Setembro Laranja”, que tem a finalidade de mobilizar a sociedade para defender a adoção e execução de medidas que visam à redução de danos associados à assistência à saúde em serviços públicos, privados e filantrópicos, a Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa) alerta a população, em especial os profissionais de saúde, para a importância da preservação e intensificação dos cuidados durante todos os dias do ano para que se evite ao máximo a ocorrência de eventos adversos, dentre os quais quedas, lesões por pressão (LPP), erros cirúrgicos etc. 

Tais ocorrências, segundo o diretor-geral da Agevisa/PB, Geraldo Moreira de Menezes, ainda hoje se constituem num dos problemas mais graves de saúde pública em todo o mundo. Conforme a coordenadora estadual de Segurança do Paciente da Agevisa/PB, Vívian de Oliveira Lopes, os cuidados com a integridade física e emocional de quem precisa e busca assistência à saúde devem ser observados por todas as pessoas envolvidas, aí incluídos dirigentes e profissionais dos serviços de saúde, administradores públicos, formuladores de políticas voltadas para a assistência à saúde e os próprios pacientes e seus familiares, que devem, inclusive, exigir a adoção de medidas de maior proteção nos casos em que perceberem ameaças de riscos à saúde nos estabelecimentos onde os mesmos estejam sendo atendidos.

Na edição 2021 da campanha “Setembro Laranja”, o destaque definido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) contemplou a questão da Segurança das Mães e dos Recém-Nascidos, considerando o alto índice de mortalidade relacionado à gravidez e ao parto – mais de 800 mortes diárias de mulheres por causas evitáveis, segundo números destacados durante encontro on-line realizado no dia 17 de setembro (Dia Mundial da Segurança do Paciente).

Atuando como mediadora do evento que incluiu palestras, entrevistas e apresentações de projetos voltados para a segurança do paciente, Vívian Lopes observou, na ocasião, que cerca de 70% das mortes maternas ligadas à gravidez e ao parto são ocasionadas por complicações relacionadas a hemorragias, infecções, abortos inseguros, eclampsia e parto obstruído. “Este cenário, segundo dados da Organização Mundial de Saúde, é agravado pela ocorrência diária de mortes envolvendo cerca de 6.700 recém-nascidos (número que representa 47% de todas as mortes de crianças menores de 5 anos) e pela média anual de dois milhões de bebês que nascem mortos, com mais de 40% dos óbitos ocorrendo durante o trabalho de parto”, enfatizou.

Assim como nos casos relativos ao tema destacado neste ano de 2021 (“Cuidado Materno e Neonatal Seguro”), a coordenadora estadual de Segurança do Paciente da Agevisa/PB observou, na manhã desta terça-feira (28), que os problemas decorrentes de complicações relacionadas à assistência à saúde envolvem todas as áreas do atendimento médico, hospitalar e ambulatorial, sendo importante a adoção cada vez mais efetiva de cuidados especiais para que as pessoas possam buscar e receber o devido atendimento sem serem expostas a riscos de complicações que podem ser evitadas por meio de medidas simples de higiene, de atenção na administração dos medicamentos e identificação do paciente e demais medidas de segurança que podem ajudar a salvar muitas vidas.

Iluminação laranja – Atendendo solicitação da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB), diversos órgãos públicos e serviços de assistência à saúde em atividade no território paraibano iluminaram suas fachadas com tons de laranja em alusão à campanha mundial “Setembro Laranja” de conscientização e incentivo à adoção de medidas de Segurança do Paciente, nos termos preconizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A campanha “Setembro Laranja” mobilizou instituições públicas e privadas na Capital João Pessoa e em várias outras cidades paraibanas, e a adesão alcançou repercussão nacional por força de articulação da Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente (Sobrasp) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no sentido de estimular as medidas de Segurança do Paciente em todos os Estados da Federação, incluindo também o Distrito Federal, de forma a que todos promovam suas práticas em larga escala para que se possa alcançar a cobertura total de saúde no território brasileiro.

Durante a campanha “Setembro Laranja”, além do Fórum Criminal Oswaldo Trigueiro de Albuquerque Mello e do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (sediados no Centro de João Pessoa/PB), demonstraram apoio à causa da Segurança do Paciente por meio da iluminação laranja de suas fachadas mais de 40 serviços se saúde.

 

 

Agevisa ressalta prioridade da Segurança do Paciente e órgãos apoiam campanha com iluminação laranja
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Agevisa ressalta prioridade da Segurança do Paciente e órgãos apoiam campanha com iluminação laranja
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Serra do Ramalho - BA
Atualizado às 00h29 - Fonte: Climatempo
28°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 36°

28° Sensação
6.5 km/h Vento
39.8% Umidade do ar
90% (4mm) Chance de chuva
Amanhã (17/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 25° Máx. 36°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Segunda (18/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 25° Máx. 38°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias