17°C 31°C
Serra do Ramalho, BA
Publicidade

Após 12 anos foragido, engenheiro responsável por túnel do roubo milionário ao Banco Central é preso em São Paulo

Na época, a quadrilha furtou mais de R$ 160 milhões do cofre do Banco Central, em Fortaleza.

02/12/2023 às 12h08
Por: Américo Junior
Compartilhe:
Foto : Reprodução
Foto : Reprodução

Policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de São Paulo prenderam Marcos Rogério, conhecido como "Bocão" e "Cabeção", um engenheiro apontado como o responsável por projetar e supervisionar o túnel que permitiu o furto, em 2005, de R$ 164 milhões dos cofres do Banco Central, em Fortaleza, no Ceará.

A prisão ocorreu nesta sexta-feira (1º), em Sorocaba, no interior do estado. O procurado estava foragido havia 12 anos, desde que foi retirado por homens fortemente armados do Presídio de Itatinga, no Estado do Ceará. A defesa dele não foi localizada.

A prisão foi feita por policiais da 1ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo e Latrocínio). Segundo a investigação, a equipe passou a apurar informações de que o homem estava frequentando um imóvel na cidade de Salto, também no interior do estado.

O procurado passou a ser monitorado e foi localizado em um shopping na Zona Sul de Sorocaba. A abordagem ocorreu na avenida Professora Izoraida Marques Peres. Não houve resistência à prisão.

Os policiais também cumpriram mandado de busca e apreensão no imóvel no Residencial Icaraí, em Salto, onde morava a esposa de Marcos.

Em setembro, outro homem, conhecido como "Bocão", apontado como um dos mentores do crime, foi preso em Sumaré, também no interior de São Paulo.

A prisão de “Bocão”, que foi condenado a 49 anos de prisão, foi feita após um trabalho de inteligência da Polícia Militar. Ele estava em um imóvel no Jardim Salermo, onde havia cerca de um quilo de cocaína, 1,5 quilo de maconha, balanças de precisão, dinheiro e diversos celulares.

Relembre o caso.

Na madrugada de 5 para 6 de agosto de 2005, uma ousada quadrilha executou um plano meticuloso ao entrar no caixa-forte do Banco Central, em Fortaleza, por meio de um túnel elaborado. Transportando mais de três toneladas em notas de R$ 50, os criminosos atravessaram por baixo de uma das vias mais movimentadas do Centro da cidade, a Avenida Dom Manuel.

O túnel teve origem em uma casa alugada pela quadrilha, e o crime só veio à tona no início do expediente da segunda-feira. Do montante total furtado, estimado em R$ 164,7 milhões, a Polícia Federal calcula que apenas cerca de R$ 60 milhões foram recuperados ao longo das investigações. Essa recuperação ocorreu por meio da venda de bens dos participantes e do resgate de quantias em espécie durante as apurações conduzidas pelas autoridades. O episódio continua sendo lembrado como um dos roubos mais audaciosos da história criminal brasileira.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Serra do Ramalho, BA
17°
Tempo limpo

Mín. 17° Máx. 31°

16° Sensação
0.94km/h Vento
66% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h16 Nascer do sol
05h42 Pôr do sol
Qua 32° 18°
Qui 32° 17°
Sex 34° 18°
Sáb 32° 18°
Dom 33° 17°
Atualizado às 06h23
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,06%
Euro
R$ 5,94 +0,06%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,09%
Bitcoin
R$ 365,132,50 -0,56%
Ibovespa
129,320,96 pts 0.33%
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias